© 2017 Instituto Filhas de Sara

CNPJ: 24.361.683/0001-70

 

Instituto Filhas de Sara

Rua Desembargador Cintra Neto, 600

Milionários -Belo Horizonte- MG

031- 3317 0490

  • Facebook Clean
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon

Siga:

Cenário Mundial e violência contra a mulher

“A violência contra as mulheres não está confinada a uma cultura, uma região ou um país específico, nem a grupos de mulheres em particular dentro de uma sociedade. As raízes da violência contra as mulheres decorrem da discriminação persistente contra as mulheres”. (ONU)

 

A violência contra mulheres e meninas é uma grave violação dos direitos humanos. Apesar disso, constitui-se em um dos crimes mais cometidos e tolerados no mundo inteiro. Os números não nos deixam dúvidas acerca desta triste realidade global. Uma em cada três mulheres no mundo já sofreu violência física ou sexual, cerca de 120 milhões de meninas já foram submetidas a sexo forçado e 133 milhões de mulheres e meninas sofreram mutilação genital, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Cerca de 70% das mulheres do mundo sofrem algum tipo de violência no decorrer de sua vida, diz a organização. Em todo o mundo, uma em cada cinco mulheres será vítima de estupro ou tentativa de estupro, calcula a ONU.

 

Dados da ONU também mostram que no Iêmen, Kuait, Sudão, Bahrein, na Argélia e no Marrocos, o marido agredir a própria mulher não é crime. No Líbano não existe punição para o marido que forçar a própria mulher a fazer sexo com ele. Nos Emirados Árabes, na Arábia Saudita e no Sudão, vítimas de estupros que procuram a polícia podem ser presas por adultério.

 

Em Gana, Togo, Benin e onde santuários religiosos tradicionais ainda é praticada a “Servidão Ritual